SINDEF-RS :: Sindicato dos Trabalhadores em Edifícios e Condomínios do Estado do Rio Grande do Sul

História

               O Sindicato dos Trabalhadores em Edifícios e Condomínios do Estado do Rio Grande do Sul – Sindef/RS, foi fundado em 20.08.1973, embora sua batalha pelos direitos do trabalhador tenha dado início em 25 de janeiro de 1963, através de 50 (cinqüenta) idealizadores que promoveram a formação a fundação da base sindical dos empregados em edifícios, através da criação da "Associação dos Empregados em Edifícios de Porto Alegre" sendo esta, pré-requisito ao pedido de formação de entidade sindical. Após 10 (dez) anos de tramitação do pedido, foi concedida a carta sindical em 20.08.1973, passando a qualificar-se como SINDICATO. Em seu início atuou em duas sedes provisórias, a primeira na Av. Borges de Medeiros, por aproximadamente dois meses, e após em uma sala na Galeria do Rosário, durante 10 (dez) anos, após o recebimento da Carta Sindical, em arrojado empreendimento à época, adquiriu sua primeira sede própria através do sistema PAT ( programa dirigido a sindicatos e associações, no financiamento de bens imóveis) no ano de 1975 , localizada à rua Dr. Timóteo, 878, em 1985 , adquiriu a casa geminada a sede, que detinha o número 880. A partir de 1975, a divulgação da existência do sindicato, tanto aos empregadores quanto aos empregados foi uma ação prioritária. Os primeiros passos à nível de Sindicato foi a promoção de Dissídio originário inicialmente contra a Federação de Turismo e Hospitalidade do Rio Grande do Sul, com cláusulas básicas e em especial a criação de salário mínimo normativo à categoria, bem como da data base da categoria , ou seja, 01.MARÇO , pois até então a grande maioria dos empregados em edifícios recebiam salário mínimo. Nos anos subseqüentes através da CES ( Comissão de Enquadramento Sindical ) o SECOVI ( Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis ) passou a representar os edifícios e condomínios, face a esta definição as negociações do dissídio passaram a realizar-se entre SINDEF e SECOVI/RS. Os demais empregados fora da abrangência, da área de Porto Alegre, continuavam representados pela Federação dos Empregados em Turismo do RS. Face as dificuldades salariais encontradas pelos empregados em edifícios do vale do sinos e do litoral norte, através de Assembléia Geral do trabalhadores, no ano de 1986, postulou-se junto ao Ministério do Trabalho, o pedido de extensão territorial com inserção de apostila na Carta Sindical, e conseqüente modificação na nomenclatura, passando a chamar-se Sindicato dos Empregados em Edifícios, Zeladores, Porteiros, Cabineiros, Vigias, Faxineiros e Serventes de Porto Alegre, Canoas, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Tramandaí, Capão da Canoa e Torres, representando os municípios e regiões circunvizinhas, criava-se posteriormente a este momento a sigla SINDEF . Contudo os empregados em edifícios dos demais municípios do Rio Grande do Sul, não representados pelo SINDEF, verificando que os salários e cláusulas sociais do SINDEF eram muito mais benéficas passaram a solicitar a extensão da base a nível do estado do Rio Grande do Sul. Promoveu-se então Assembléia Geral dos trabalhadores à nível regional, que tendo decidido pela extensão estadual das atividades do SINDEF, foram necessárias modificações nos Estatutos Sociais, encaminhamento ao Ministério do Trabalho através da divisão de Relações do Trabalho, foi devidamente acolhida a pretensão, criava-se então o SINDEF/RS , em data de 30.07.98 . Hoje o SINDEF/RS , negocia com 03 (três) entidades patronais, quais sejam: O SECOVI/RS, que detém representação de aproximadamente 97% (noventa e sete por cento) dos municípios do Rio Grande do Sul; o SECOVI ZONA SUL, que abrange os municípios no entorno de Pelotas/RS; o SECOVI SANTA MARIA, que detém os municípios no entorno de Santa Maria/RS. O Salário Mínimo Profissional, normalmente é reajustado em índices superiores a inflação medida no período de apuração, além de cláusulas sociais que beneficiam a categoria como um todo. Aqui alguns exemplos •  Estabilidade aos funcionários em vias de aposentadoria;
•  Triênios, terá direito o trabalhador que completar 3(três) anos seguidos com o mesmo empregador, o aumento será de 3% sobre o salário, após receber o triênio cada ano adicional de permanência no emprego o trabalhador terá direito a 1% de aumento sobre o salário;
•  Estabilidade para as gestantes ou funcionários em auxílio doença de 90 dias;
•  Obrigatoriedade das empresas em afixar em murais avisos confeccionados pelo sindicato; (até hoje algumas não permitem);
•  Seguro de Vida, no valor de R$ 13.744,47 (treze mil, setecentos e quarenta e quatro reais e quarenta e sete centavos), março de 2007, em casos de acidentes que levem o obreiro a invalidez permanente, ou morte, qualquer que seja a causa;
•  Abono de falta para estudantes em época de provas;
•  Dispensa dos empregados, para Cursos de Aperfeiçoamento Profissional, promovidos pelo SINDEF/RS. Em 1983, cria-se a revista de circulação gratuita inicialmente mensal e a partir de 1996 de forma trimestral " O GUARDIÃO " orgão oficial do SINDEF/RS, com matérias de interesse da categoria profissional, Convenção Coletiva na íntegra, assim como Leis Básicas Trabalhistas, informações sobre convênios, e outras matérias, que envolvem a categoria profissional. O SINDEF/RS em 1998 através de importante parceria com o SECOVI/RS (Sindicato Econômico) foi criado um programa de serviços na área da saúde, sem qualquer custo aos trabalhadores, via criação do SECOVIMED- Serviço Social da Habitação tem como missão a prestação da assistência médica ambulatorial nas especialidades de clínica geral, ginecologia, cardiologia e medicina do trabalho, assistência odontológica e atendimento preventivo, realizações de exames laboratoriais básicos para todos os empregados, além de todos os serviços disponíveis a instalação de uma farmácia, com um conceito inovador, com preços especiais para seus usuários. No ano de 1999, o SINDEF/RS, cria a Cooperativa Habitacional - COONHAP ( Cooperativa Nacional de Habitação Popular ), já em Outubro de 1999, realizou a entrega das primeiras residências a 10 (dez) famílias, na cidade de Cachoeirinha/RS. Atualmente desativada por razoes econômicas. Em 31 de dezembro de 1999 termina a gestão do Presidente Edison Artur da Silva Feijó, e, através de concorrida eleição pelos associados, é reconduzido para um mandato de mais 04 (quatro) anos 2000/2003. Teve como prioridade impulsionar a área social, fortalecendo o Sindicato no interior do Estado, com vista a criação de Sub-sedes ou parcerias com sindicatos localizados nos municípios de maior fluxo de pessoas na categoria, com o intuito de proporcionar atendimento social e profissional a todos e em todo o Rio Grande do Sul. Em janeiro de 2000, iniciou-se a reforma da sede matriz, com o intuito de promover adequação e criação de maior espaço físico, tal ousada iniciativa perdurou por 22 meses, sendo que nesta data a obra encontra-se devidamente concluída. O SINDEF/RS, sobrevive de contribuições assistenciais dos trabalhadores sem nenhum apoio externo, através dessas contribuições o sindicato proporciona auxilio aos trabalhadores, como, assessoria jurídica, clinica médica, clinica odontológica, cursos de qualificação, entretenimento nas sede campestre, representação da categoria, etc. O SINDEF/RS no final ano de 2001 deu-se inicio a intermediação de Cestas Básicas, diretamente com os empregadores a preços extremamente compensadores para os adquirentes, tal intermediação permite que o empregado possa adquirir ele próprio a sua cesta básica, com desconto em folha, as cestas são entregues gratuitamente no local de trabalho do empregado. Nos anos de 2004 e 2005 o SINDEF/RS recebeu o Certificado de Responsabilidade Social da Assembléia Legislativa pelos seus feitos em Ações Sociais dirigidas a categoria abrangente e comunidade em geral. Além deste certificado o Sindef/RS também recebeu a aprovação em seu Balanço Financeiro, título dado somente aos sindicatos que disponibilizam seus livros de registros financeiros a uma auditoria realizada pelo Governo do Estado.

 
Você está aqui: Home Sindef História